Filho jogador do Palmeiras, sofre acidente doméstico e é internado

News3

 O Corpo de Bombeiros de Barueri confirmou, na tarde desta quarta-feira, ter atendido a um chamado de emergência para resgatar Assael Guerra, filho do meia venezuelano Alejandro Guerra, do Palmeiras. Em nota, o clube diz que o estado da criança é estável e ela segue sob cuidados médicos. Guerra decidiu voltar ao Brasil e não enfrenta o Barcelona, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Guayaquil, pelas oitavas de final da Taça Libertadores.

A criança, de três anos, se afogou na piscina da residência do jogador, em Alphaville, na Grande São Paulo. A queda na piscina se deu durante a festa de aniversário da esposa de Guerra. O Capitão Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros de Barueri, disse em entrevista à TV Bandeirantes que o chamado de emergência foi registrado às 11h15.

Por telefone, a família recebeu instruções para os primeiros socorros, virando a criança de lado. O resgate chegou em 10 minutos, e a criança foi imediatamente levada a um hospital. Assael está internado na unidade Morumbi do Hospital Albert Einstein.

Guerra estava com o time do Palmeiras em Guayaquil, no Equador, concentrado para o jogo desta quarta-feira contra o Barcelona, pelas oitavas de final da Libertadores. Informado por telefone, Guerra decidiu voltar imediatamente para o Brasil.

O volante Felipe Melo se manifestou nas redes sociais dando apoio ao jogador e à família durante o momento difícil. O perfil do arquirrival Corinthians e de outros clubes, como Cruzeiro, Vasco, Ponte Preta, Avaí e Flamengo, também se solidarizaram.

Compartilhe:

Deixe seu comentário